Salário Mínimo 2018

O salário mínimo recebe todos os anos um reajuste no seu valor, o qual é geralmente aguardado com grande expectativa tanto por parte dos trabalhadores como também de toda a população. Como se sabe, com o reajuste do salário mínimo 2018, os preços de várias mercadorias e serviços sofrem acréscimos como forma de acompanhamento dos novos valores.

Salário Mínimo 2018
Salário Mínimo 2018 – Valor e aumento do salário mínimo

Vale a pena ressaltar que existe uma lei brasileira que foi criada com o intuito de valorizar o poder de compra dos trabalhadores, e sendo assim ela exige que esses reajustes do salário mínimo sejam superiores ao índice de inflação que, para este novo ano é de 7,5%. Continue comigo neste artigo que irei te mostrar, entre outras coisas, o novo valor do salário mínimo 2018. Me acompanhe.

Confira também: Novo valor do Abono Salarial 2018.

Valor do salário mínimo 2018

Valor do Salário MínimoO novo salário mínimo de 2018 que já está em vigor desde o dia 1º de Janeiro é de R$ 937,00. No ano passado, o valor do salário era de R$ 880,00. Com o aumento desse valor estima-se que mais de 40 milhões de trabalhadores passem a receber a remuneração com acréscimo nos próximos pagamentos.

Entretanto, o reajuste deste ano foi menor se comparado com o do ano de 2016, ou seja, o aumento para o atual valor foi somente de R$ 37,00 enquanto de 2015 para 2016 foi de R$ 92,00.

Por que salário mínimo?

Dá-se o nome de salário mínimo ao menor valor que os trabalhadores podem (e devem) receber pela execução de suas atividades independentes da ordem ou natureza das mesmas.

Curiosamente, o salário mínimo surgiu no século XIX na Nova Zelândia e Austrália. Aqui, no Brasil, ele foi instituído por volta da década de 1930 através da promulgação da lei de número 185 de Janeiro de 1936, sendo o decreto de lei em Abril de 1938.

O salário mínimo foi fixado no dia 1º de Maio pelo então presidente da época Getulio Vargas. Embora muitas pessoas se coloquem contra o salário mínimo há uma grande parcela que se mostra bastante favorável, já que percebem a sua importância para promover maior justiça e proteção ao trabalho, pois caso o contrário poderia haver maior exploração.

Em outras palavras, a criação e a manutenção do salário mínimo serve como um norteador para se estabelecer os pisos salariais das diversas categorias trabalhistas. Se não houvesse a estipulação do valor mínimo os empregados ficariam a mercê da vontade e possível exploração das empresas que passariam a pagar qualquer valor aos seus funcionários.

Reajuste do Salário Mínimo 2018

Com o reajuste salarial, os principais benefícios pagos pelo Governo Federal também sofrem alteração, ou seja, os valores acompanham a correção do salário mínimo como, por exemplo, o Seguro-desemprego 2018 e o Seguro-defeso 2018.

No caso das empregadas domésticas também haverá correção na tabela de contribuições ao INSS, tanto no recolhimento da parte da funcionária quanto na parte referente ao patrão.

Por outro lado, os aposentados e pensionistas também contarão com o valor dos seus benefícios reajustados, assim como os trabalhadores que possuem direito a receber o Abono Salarial.

Não é diferente para quem precisar entrar na justiça que emprega o valor do salário mínimo para as ações judiciais. Se as mesmas forem movimentadas sem o auxilio de um advogado os valores poderão chegar até 60 salários mínimos ou R$ 56.220,00 para o Juizado Especial Federal, 20 salários mínimos ou R$ 18.740,00 para as ações no Juizado Especial Cível.

Salário mínimo regional 2018

A maioria dos estados brasileiros segue o valor do salário mínimo instituído por decreto pelo Governo Federal, mas existem alguns que preferem adotar um valor diferente do piso nacional. Contudo, é importante ressaltar que este valor não pode ser menor do que o adotado como o mínimo nacional. Os estados que adotam o mínimo regional são os seguintes:

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Paraná;
  • Santa Catarina;
  • Rio Grande do Sul.

Salário mínimo real x Salário mínimo Ideal

O valor do salário mínimo é estipulado de acordo com a realização de um cálculo que leva em consideração a soma da variação do PIB (Produto Interno Bruto) e a inflação.

Todavia, o valor do reajuste 2018 de R$ 937,00 não corresponde ao cálculo realizado pelo DIEESE que deveria ser de R$ 4.013,08 como o salário mínimo ideal para que um trabalhador possa assim arcar com as despesas realizadas pela sua família. Este cálculo realizado pelo órgão é baseado nos preceitos celebrados pela Constituição Federal, mas que na prática é bem diferente, concorda?

Deixe a sua opinião nos comentários abaixo!