Seguro Desemprego 2018

O Seguro-desemprego 2018 é um dos programas de auxílio ao trabalhador mais importantes que o amparam temporariamente para que possa arcar com as suas despesas, enquanto busca uma nova oportunidade de emprego.

Até algum tempo atrás, o programa concedia o benefício com mais facilidade, mas devido a uma série de abusos, o Governo Federal precisou rever as regras, de forma que não prejudicasse e realmente auxiliasse quem precisa do dinheiro.

Seguro-Desemprego 2018
Seguro-Desemprego 2018

Desta forma, o período de meses de acordo com o número de solicitações, assim como o valor do benefício foram as principais alterações sofridas pelo Seguro-desemprego 2018, e caso você ainda não conheça terá a oportunidade, através deste artigo, de conhecer todas as regras do programa. Preparado? Então é só me acompanhar pelos próximos parágrafos.

O que é o Seguro-desemprego 2018?

O Seguro-desemprego 2018 é um programa de amparo financeiro criado e mantido pelo Governo Federal como uma alternativa de auxiliar os trabalhadores que perderam os seus empregos, cuja dispensa tenha sido feita sem justa causa. Como o benefício é temporário é importante que o trabalhador assegurado procure imediatamente um novo trabalho para poder assim garantir a sua dignidade com o seu próprio sustento.

Valor do Seguro-desemprego 2018

Como já havia adiantado no início deste artigo, o valor do Seguro-desemprego sofreu alterações por conta do reajuste do Salário Mínimo 2018, cuja referência de cálculo é baseada sobre a faixa salarial média que o trabalhador recebia no seu último emprego. Veja a seguir como funciona:

  • Se você recebia até R$ 1.360,70 deverá pegar o valor médio do seu salário e multiplicar por 0.8, ou seja, terá direito a receber 80% da remuneração;
  • Se você recebia entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05 deverá pegar o valor superior a 1.360,70 multiplicar por 0.5 e depois somar com 1.088,56;
  • Já para quem recebia o salário acima de R$ 2.268,05 terá direito a somente R$ 1.542,24, cujo valor é invariável.

Tem direito ao seguro desemprego? Confira já se você também tem direito ao PIS.

Quem tem direito ao Seguro-desemprego 2018?

Quem tem direito
Quem tem direito

O benefício é direcionado aos trabalhadores que se enquadram nas seguintes situações, a saber:

  • Tenham sido demitidos de seus postos de trabalho sem justa causa, inclusive aqueles que tiveram a dispensa indireta;
  • Aqueles que tiveram o seu contrato de trabalho suspenso devido à participação em curso, bem como em programa de qualificação que tenha sido oferecido pelo empregador;
  • Os pescadores profissionais que se encontram em período do defeso;
  • Os trabalhadores que foram resgatados de condição que se assemelha a de escravo.

Parcelas do Seguro-desemprego 2018

As novas regras referentes à solicitação foram organizadas de acordo com a ordem do pedido, ou seja, primeira, segunda e terceira solicitação, as quais ficaram assim:

Primeira solicitação do Seguro-desemprego 2018

  • O trabalhador receberá 4 parcelas se tiver comprovado o tempo de duração do trabalho, cujo período tenha sido entre 18 e 23 meses;
  • Poderá receber 5 parcelas do benefício o trabalhador que comprove o tempo de trabalho, cuja duração tenha sido igual ou superior a 24 meses.

Segunda solicitação do Seguro-desemprego 2018

  • O trabalhador receberá 3 parcelas, caso comprove que tenha trabalhado entre 9 e 11 meses;
  • Poderá receber 4 parcelas do benefício quem tenha trabalhado entre 12 e 23 meses;
  • Terá direito a receber 5 parcelas o trabalhador que comprove o seu vínculo empregatício com período igual ou superior a 24 meses.

Terceira solicitação do Seguro-desemprego 2018

  • O trabalhador receberá 3 parcelas se comprovar o tempo de serviço entre 6 e 11 meses;
  • Poderá receber 4 parcelas quem tiver comprovado o tempo de trabalho entre 12 e 23 meses;
  • O trabalhador que receberá 5 parcelas é aquele que comprove o tempo de serviço igual ou superior a 24 meses.

Como receber o seu Seguro-desemprego 2018?

Esta é uma dúvida bastante comum e que não poderia deixa-la de fora deste artigo. Se ao chegar até aqui você tenha visto que a sua situação permite agendar o Seguro-desemprego deverá fazer o seguinte:

Seguro-Desemprego 2018: Datas de Agendamento
Seguro-Desemprego 2018: Datas de Agendamento

Em primeiro lugar você deverá fazer o agendamento online nesse link do SAA (http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam). Assim que finalizar o procedimento você terá, em tela, os dados completos do agendamento (data, horário e local).

Junte todos os seus documentos pessoais, assim como o TRCT e outros semelhantes fornecidos pelo empregador para serem apresentados no dia do seu atendimento ao funcionário do MTE, o qual irá fazer a conferência e consequentemente a solicitação do seu benefício. Além disto, ele irá prestar todos os esclarecimentos necessários sobre o programa. Feito isto é só aguardar a data de liberação do Seguro-desemprego, a qual é realizada pela Caixa Econômica Federal, mesma responsável pela liberação de outros benefícios, como o Bolsa Família e PIS 2018. Boa sorte!

Aproveite e compartilhe este artigo nas suas redes sociais!